top of page
Buscar
  • Foto do escritorViminas

Vidro não é tudo igual. Saiba qual é o ideal para o seu projeto.

Que o vidro se tornou um curinga da arquitetura e da decoração, podendo ser usado em diversos espaços, muita gente já sabe. O que nem todo mundo sabe é que vidro não é tudo igual. O produto é muito versátil e possui características variadas, fazendo com que haja um tipo de vidro mais apropriado para cada aplicação e intenção de uso.




E isso varia de acordo com os resultados pretendidos e com a segurança que se deve ter. Quanto aos resultados, queremos dizer que existem vidros, por exemplo, capazes de barrar a entrada de barulho no imóvel. Se esse é o seu objetivo, o ideal é usar o vidro laminado. Se a sua intenção é manter o ambiente mais fresco, sem precisar deixar tantos ventiladores e condicionadores de ar ligados, o ideal é utilizar vidros de proteção solar. Caso necessite das duas proteções, acústica e térmica, use o vidro insulado ou duplo.


Todas essas vantagens proporcionadas graças à evolução dos processos de transformação e beneficiamento do vidro devem, entretanto, obedecer primeiro a critérios de segurança. Um vidro a menos de 1,1 m de altura em relação ao piso, por exemplo, tem que ser vidro de segurança, temperado, laminado ou aramado.


O vidro temperado é muito utilizado em boxes de banheiros, portas, divisórias, vitrines e muros.


Já o vidro laminado é o indicado para fachada, teto, guarda-corpo, piso de vidro e degraus de escada. Por ser feito com duas chapas de vidro e, entre elas, pelo menos uma película de PVB (polivinil butiral), é muito resistente e extremamente seguro.


Em saunas, pode ser utilizado o vidro temperado, porque ele suporta a diferença de temperatura entre os ambientes externo e interno. O vidro laminado temperado também pode ser usado, desde que não fique em contato com a água. Além de suportar a diferença de temperatura, ele impede que, em caso de impacto com quebra, os cacos de vidro se soltem.


Já nas paredes de piscinas, usa-se o vidro laminado temperado, cujas espessuras devem ser calculadas de acordo com as dimensões da piscina e o volume de água que o vidro terá de suportar, entre outras variáveis.


Escolha profissionais de confiança para realizarem o seu projeto. Se precisar, entre em contato conosco, para esclarecer suas dúvidas sobre os vidros mais indicados para cada aplicação!





Comments


bottom of page